Consultas

 

couple-therapy-sydneyA primeira consulta tem várias finalidades e decorre em dois momentos, dentro de uma única sessão, de duração maior (cerca de 90 minutos) do que as restantes consultas de avaliação ou de acompanhamento/intervenção (45 a 50 minutos).

Tratando-se de uma criança, a primeira consulta é feita sempre só com os pais, ou, na impossibilidade de estarem presentes os dois, poderá ser apenas com a mãe, o pai ou outro cuidador relevante (ex. avó, irmão mais velho desde que seja maior de idade). Na primeira consulta, e num primeiro momento, será feita a recolha de dados demográficos da criança e do seu agregado familiar, como por exemplo nome, data de nascimento, ano de escolaridade, nome dos pais e número de irmãos, entre outros. Faz também parte deste primeiro momento a caracterização da problemática, ou seja, o motivo pelo qual os pais pedem ajuda psicológica.

Num segundo momento da primeira consulta serão recolhidos os dados anamnésicos da criança, ou seja, será construída pelos pais (ou outros que estejam presentes) , a história da criança, desde a gravidez da mãe até ao presente, sendo abordadas várias dimensões,  como o desenvolvimento físico, cognitivo,  emocional, psicossocial e acontecimentos de vida significativos, entre outras questões. Esta recolha de dados constitui-se como o primeiro elemento avaliativo, o ponto de partida, a par com as queixas apresentadas, para o diagnóstico e posterior proposta de intervenção. Quando se trata de um adolescente (maior de 16 anos), o processo poderá ser idêntico ao da criança mas, de preferência, a primeira consulta deverá decorrer na presença do próprio. São também entregues na primeira consulta alguns questionários de avaliação psicológica, direcionados para a idade do paciente e para a problemática apresentada, relevantes para a avaliação do caso e para o diagnóstico.

A primeira consulta permite um primeiro contacto entre o/a cliente (ou os pais, no caso de se tratar de uma criança) e a psicóloga. Nesse primeiro contacto o /a cliente terá a oportunidade de conhecer o âmbito do trabalho da psicóloga, no que diz respeito às suas principais áreas de intervenção, mas também de perceber se sente empatia e à vontade com aquela profissional que se propõe ajuda-lo/a no seu problema. Para além desse primeiro contacto pessoal, a primeira consulta serve também para que a psicóloga tome conhecimento geral acerca do caso, no sentido de perceber se está dentro das suas competências acompanha-lo, ou se pelo contrário, as queixas e preocupações apresentadas levam ao reencaminhamento para outro profissional, ou outra área de intervenção.  O/a cliente poderá ainda colocar outras questões que considere pertinentes, e que se prendam com a relação terapêutica, a fim de esclarecer dúvidas ou ideias pré-concebidas, que possam interferir com o processo terapêutico.

As consultas seguintes, são como já foi referido de duração inferior, estando habitualmente as 3 primeiras reservadas ao processo de avaliação e a quarta consulta, à devolução dos resultados e proposta de intervenção/acompanhamento.

tulipas

O processo terapêutico é um caminho que se percorre desde o primeiro momento em relação.

Contacte-me por telefone ou email e agende já a sua primeira sessão!