Compreender a dor

DorA dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável associada a um dano real ou potencial de tecidos. É um mecanismo de defesa do organismo que alerta o cérebro de que os seus tecidos podem correr perigo, embora a dor possa ocorrer sem que tenha havido um dano físico real.

Parece não haver uma relação directa entre uma lesão e a dor, daí o aspecto subjectivo do fenómeno doloroso. Os nociceptores são receptores sensoriais que enviam ao cérebro o sinal que causa a percepção da dor, em resposta a um estímulo que possui potencial de dano. O cérebro interpreta esse sinal como dor. Os nociceptoes podem ser activados por lesão mecânica dos tecidos ou pelo stresse. A percepção da dor é regulada pelo cérebro e é influenciada por factores físicos e psicológicos.

Determinantes da dor

  • Sensoriais: fisiológicos, estruturas neurológicas.
  • Motivacionais/afetivos: motivações pessoais, estado emocional (depressão e ansiedade podem agravar a dor).
  • Comportamentais: Um estilo de vida que inclua uma alimentação equilibrada, prática de exercício físico, sono de qualidade e relações sociais agradáveis favorecem a resistência à dor.

Ansiedade e dor – um círculo vicioso!

A dor é influenciada pelo humor (ansiedade e/ou depressão), pelas motivações, pelas suas crenças e  a sua percepção sobre o controlo da dor, o stresse, o estilo de vida  e as suas experiências anteriores.

Controlo da dor

DorPode conseguir controlar a dor através da utilização de estratégias cognitivas e comportamentais que pode aprender com o seu Psicólogo. A intensidade da dor é variável, por isso deve tirar proveito dos momentos de dor menos intensa e aprender a controlar os momentos em que sente dor mais intensa. Deve ser cauteloso com as expectativas. O controlo da dor não significa acabar com a dor, vai apenas reduzi-la e sentir mais auto-controlo. Como qualquer outra estratégia na sua vida, as estratégias para controlar a dor devem ser treinadas. As estratégias para controlo da dor não devem substituir a medicação. Deve seguir as recomendações do seu médico e falar com ele sobre a sua dor.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s