Alguém que me compreenda

preciso de falarA Filomena tem 16 anos e iniciou  Avaliação Psicológica por apresentar sintomatologia depressiva. Depois de uma primeira sessão com muitos “silêncios” e alguma dificuldade em estabelecer relação, no início da segunda sessão a Filomena verbaliza: “Quando vinha para cá estava nervosa mas agora nem por isso. Como estamos aqui sozinhas é mais fácil para mim falar. Acho que posso falar à vontade, preciso mesmo de falar com alguém que me consiga compreender…”

Dor

DorPodemos definir dor como uma experiência sensório-emocional desagradável comum a todos os indivíduos, associada a danos reais ou potenciais, sendo a causa mais comum da procura de ajuda médica.

A dor pode ser mais ou menos aguda, sendo sempre subjectiva mas incomodativa. Sentimos dor quando uma parte do nosso corpo sofre um desequilíbrio funcional. A dor pode ter diferentes origens e níveis de intensidade e duração. Pode ser ligeira, moderada, ou intensa e passageira, intermitente ou crónica. Continuar a ler

Ansiedade social

ansiedade social

A Marta tem 13 anos e anda em acompanhamento psicológico por problemas de ansiedade social e baixa autoestima, com grande prejuízo no seu desempenho escolar. Utiliza frequentemente estratégias de evitamento, faltando às aulas por queixas somáticas. Em sessão, a Marta verbaliza:

“Eu acho que fui sempre um bocado tímida mas quando era mais pequena era diferente, éramos todos pequenos e parece que os outros me aceitavam melhor. Agora olham para mim de forma diferente por ser baixa e ter estas borbulhas horríveis (cora). Chego a ter dores de cabeça e vomitar quando chega a hora de ir para a escola…”

Envelhecimento activo e bem-sucedido

Envelhecimento activo

Com o alargamento da esperança média de vida e o consequente aumento de pessoas idosas, torna-se fundamental rever o seu papel na sociedade, na família e perante si mesmas.

O idoso encontra-se numa época de redescoberta, de recreação da sua própria identidade e de reorganização de objectivos, pelo que é importante que elabore nesta idade, um plano ou projecto de vida. Continuar a ler

Pessoas normais…

Pessoas normais

A Joana tem 9 anos e vem pela primeira vez à consulta por Problemas de Ansiedade. Questionada acerca das funções de uma Psicóloga a Joana responde: “Eu dantes pensava que a Psicóloga tratava os malucos mas agora já acho que não é bem isso. Acho que também trata pessoas normais, como eu”.

PHDA-Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção

PHDA

O meu filho parece que está sempre “ligado à corrente”. Já não sei o que fazer!

Se o seu filho apresenta manifestações comportamentais que afectam o seu normal funcionamento, em diferentes contextos de vida, caracterizadas por actividade excessiva (agitação psicomotora), distracção (dificuldade de concentração, focagem e manutenção da atenção) e impulsividade (dificuldade na auto-regulação, agir sem reflectir), poderá estar perante uma Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA). Não basta que a criança apresente estes sintomas mas sim que estes se manifestem com uma intensidade e frequência desadaptativas no que diz respeito ao nível de desenvolvimento da criança. Continuar a ler

Demência

Demencia

Segundo a definição da APA (American Psychology Association), a demência caracteriza-se por múltiplos défices cognitivos que incluem a diminuição da memória juntamente com pelo menos umas das seguintes perturbações cognitivas: afasia (dificuldade ou impossibilidade de falar), apraxia (dificuldade ou incapacidade de coordenação motora), agnosia (dificuldade ou perda da capacidade de reconhecer objectos) ou perturbação da capacidade de execução.

Qualquer pessoa pode desenvolver demência, porém, o mais comum é que esta ocorra após os 65 anos. Em pessoas acima dos 85 anos, 1 em cada 4 apresenta sintomatologia demencial. Contudo, esta patologia pode também afectar pessoas entre os 40 e 60 anos.

Continuar a ler

Mãe-Monstro

gritar-mãe-830x415-500x250

A Patrícia está em Acompanhamento Psicológico há cerca de 3 meses por dificuldades no relacionamento com a filha adolescente com 17 anos. Após relatar mais uma situação de conflito entre ambas a Patrícia verbaliza: “Sinto-me uma Mãe-Monstro, sabe, uma mãe que só ralha, critica, proíbe e castiga. Preciso de mudar”.

Tristeza e depressão

Tristeza e depressãoEstar deprimido significa estar triste? Não, tristeza e depressão não são a mesma coisa!

A tristeza é um sentimento normal. Já todos nós nos sentimos tristes alguma vez, sem que estivéssemos deprimidos. O sentimento de tristeza pode ter diversas causas, geralmente conhecidas e que podem estar relacionadas, entre outras, com a vivência ou a recordação de algo desagradável, como uma perda. A pessoa sabe porque é que está triste. Habitualmente é um sentimento passageiro, que se vai amenizando à medida que o tempo vai passando, não precisando de tratamento. Continuar a ler

Idade e sabedoria

Sabedoria e idadeÉ comum ouvirmos dizer que a idade nos traz sabedoria mas afinal o que é isso de se ser sábio?

É possível definir-se sabedoria como a capacidade de se ter aprendido com a experiência, de ter ideias e de ter em conta diferentes pontos de vista. A sabedoria relaciona-se com o conhecimento interpessoal e intrapessoal do indivíduo e com a riqueza e complexidade de informação a que vai sendo exposto ao longo do seu ciclo de vida. Continuar a ler