Relações de amor e de amizade

Relações pessoaisO Homem é um animal relacional e estabelece ao longo da vida vários tipos de relações com os outros, tendo cada um desses tipos de relacionamentos as suas características e critérios particulares. Relações de trabalho, de amizade ou de amor, são exemplos dos vários tipos de relacionamentos que se estabelecem e mantêm (ou não) ao longo da vida.

Diferentes relacionamentos implicam diferentes critérios de escolha. Habitualmente, os critérios para a selecção de um parceiro romântico são mais exigentes do que os critérios para a escolha e criação de relações de amizade. Esse facto parece ser explicado, em parte, pelas funções evolutivas e adaptativas inerentes às relações românticas e que não se encontram presentes nas relações entre amigos. Essas mesmas funções conduzem a um maior cuidado na escolha e maior selectividade, de modo a garantir ou pelo menos procurar salvaguardar, uma genética mais favorável à descendência.

Por norma, as relações de amizade são menos estruturadas e servem para satisfazer outro tipo de necessidades relacionais entre seres humanos. Se numa relação de amizade é comum juntarem-se as pessoas que têm por base uma proximidade em termos de interesses, gostos, valores, ideias, grupo etário, etc., numa relação romântica, um dos factores que a potência é a atracção física e sexual entre os seus constituintes, bem como os recursos de cada parceiro e a aceitação que esse relacionamento terá por parte da  família, amigos e da sociedade em si mesma.

relações pessoaisPorém, parecem encontrar-se alguns pontos em comum nestes dois tipos de relacionamentos pessoais. A reciprocidade e a auto-revelação são elementos partilhados nas relações de amor ou de amizade. Se por um lado, quem ama espera ser amado, por outro lado, um amigo espera ter do outro algo que o enriqueça e satisfaça e que permita a manutenção da relação. Por outro lado, a confiança e a proximidade que se tem do parceiro romântico, à semelhança do amigo, embora em diferentes níveis, deverá permitir a auto-revelação bidireccional, factor que deverá promover um maior conhecimento do outro e conferir bem-estar às relações, cada uma delas com o seu patamar próprio de intimidade e partilha.

Relações pessoais

Quer as relações de amor, quer as relações de amizade são exigentes em termos de  tempo, esforço e muitas outras características, que formam um relacionamento mútuo. Ambos exigem envolvimento emocional, cuidado, respeito e dedicação. Tanto as relações românticas como as relações de amizade são susceptíveis de sofrerem transformações com o passar do tempo e passam ambas por diferentes etapas.

O modo como vamos seleccionar os nossos relacionamentos em sociedade, é determinado pela nossa capacidade de avaliar de forma positiva ou negativa as nossas interacções pessoais, tanto as que conduzem a relacionamentos amorosos como as que levam a relações de amizade.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s