Brincar ao ar livre

As brincadeiras ao ar livre e o contato com a natureza incentivam as crianças a ultrapassarem desafios, ao mesmo tempo que aprendem e apreendem o mundo, no seu contato com os elementos da natureza. Nos dias de hoje as tecnologias “dominam” o mundo, e os brinquedos digitais são muito apelativos para as nossas crianças, e sem dúvida importantes para que as estas sejam envolvidas numa realidade que já é o presente e será certamente o futuro. No entanto, o correr, pular e sujar-se continuam a ser essenciais para o saudável desenvolvimento infantil.

As crianças, em todas as etapas do seu desenvolvimento, beneficiam sem dúvida com o contato com o mundo exterior. Após um período de confinamento e com o retomar gradual com a normalidade, aliados ao bom tempo que os próximos meses nos prometem, sair com as crianças e levá-las a experienciar o contato com a natureza pode ser a opção acertada. Evidentemente que as regras de distanciamento físico em relação aos outros, os cuidados de higiene e a etiqueta respiratória não podem ser esquecidas. No entanto, este texto visa focar-se nas possibilidades que o contexto exterior oferece às crianças mas também aos adultos que as acompanham.

Uma das tarefas da parentalidade é ensinar às crianças o que o mundo tem para oferecer e ajuda-las a desfrutar do que a natureza tem de melhor. Uma das formas de o fazerem pode passar por estimular os seus filhos a brincarem, como os pais faziam na sua infância. Recordar brincadeiras que tínhamos na nossa infância com os nossos filhos fomenta a recordação de bons momentos já vividos, a partilha de emoções, e potencia a comunicação familiar. Ao mesmo tempo, leva a momentos de grande diversão, dos quais as crianças, os pais ou até os avós podem beneficiar.

Brincar ao ar livre tem inúmeros benefícios na vida das crianças. Entre eles destaco a importância do exercício físico no controlo do peso e da ansiedade. A atividade física promove um sono reparador, permite a exposição ao sol e à luz e à vitamina D, tão necessária para a absorção do cálcio, essencial ao desenvolvimento infantil. As atividades no exterior são também promotoras de autoestima, na medida em que permite que a criança se supere e ultrapasse obstáculos, quando sobe a uma árvore ou quando faz uma corrida. O sistema imunitário também sai beneficiado. O contacto com os microrganismos existentes no ambiente e os pequenos cortes e arranhões que inevitavelmente acontecem, ajudam a criar defesas no organismo.

É importante porém garantir a segurança da criança. A rua e a natureza têm também os seus perigos e cabe aos pais e outros cuidadores salvaguardarem que a criança brinca em segurança. Um pequeno arranhão pode até ser motivo de orgulho por ser resultado de uma conquista, no entanto, é preciso ter muita atenção aos acidentes que possam por em risco a integridade da criança. A natureza oferece muito material para brincar. Paus, folhas, flores, pedras, podem servir como brinquedos, sendo que a criança tem a possibilidade de dar asas à sua imaginação e criatividade. Pode também optar por levar para o exterior uma bola, caricas, piões ou bicicletas. Resista sempre a levar consolas ou jogos eletrónicos. A realidade virtual deve ser deixada em casa e permitir que a criança tenha contato com a realidade concreta que a natureza tem para lhe oferecer.

Deixo algumas dicas que poderão ajudar a proporcionar às crianças bons momentos lúdicos ao ar livre. Quando levar a sua criança ao parque ou ao jardim incentive-a a brincar com outras crianças. Permita à sua criança fazer atividades que podem não ser habituais como subir a uma árvore, ir molhar os pés numa lagoa ou apanhar flores no campo. Partilhar estes momentos com o seu filho será benéfico para a construção de uma relação de vinculação forte e segura, enquanto exploram e conhecem o mundo. Permitir à criança que ela se canse, vai fazer com que liberte a ansiedade, a energia e fique mais tranquila, o que irá potenciar também um sono de qualidade. Por outro lado convém não se esquecer de manter a criança protegida do sol (uso de chapéu e protetor solar) ou do frio. É também importante que ofereça água para que a criança se mantenha hidratada durante o período de brincadeira.

Aproveite o bom tempo, procure locais com pouca afluência de pessoas, pegue nos seus filhos e deixe os brinquedos eletrónicos em casa. Os deles e de preferência também os seus. A natureza vai permitir brincadeiras saudáveis e criativas e vai trazer a toda a família, uma lufada de ar fresco tão necessária neste período que atravessamos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s