Psicologia Clínica da Saúde e da Doença

Psicologia da SaúdeA Psicologia é a ciência que estuda os processos mentais e o comportamento humano com o objectivo de os compreender, organizar, classificar, antecipar e modificar. A Psicologia da Saúde é a área disciplinar da Psicologia que diz respeito ao comportamento humano no contexto da saúde e da doença” (Weinman, 1990).

É o conjunto das contribuições educacionais científicas e profissionais da Psicologia para a promoção e manutenção da saúde, a prevenção e tratamento da doença, a identificação da etiologia e o diagnóstico das doenças e disfunções associadas e a análise e melhoria do sistema de saúde e das políticas de saúde” (APA Meeting 1980; Matarazzo 19982). A APA (American Psychological Association) enfatiza o papel do Psicólogo como profissional de saúde e não apenas como profissional da saúde mental. A intervenção oferecida pelos Psicólogos da saúde deve ser de cuidados inclusivos, isto é, ao longo do tempo, coordenados com os outros elementos da equipa de saúde e com recurso a outros especialistas sempre que necessário. Na sua prática interventiva, o Psicólogo da saúde deve reconhecer o papel dos sistemas (família, escola, comunidade, serviços de saúde) e dos factores contextuais, na saúde e na doença, e as suas funções são definidas num contínuo de promoção, prevenção, educação, consultoria e tratamento.

Assim, a Psicologia da Saúde visa a promoção e manutenção da saúde e a prevenção da doença. Centra-se na saúde, dirige-se maioritariamente às significações da pessoa sobre saúde, lida com o que é considerado o ideal de saúde e com as motivações, recursos e competências para a alcançar.

Psicologia da SaúdePor seu lado, a Psicologia da Doença tem como foco a adaptação do indivíduo ao processo de doença, ao confronto com a doença e ao restabelecimento da saúde. Centra-se na doença e nas atribuições do doente, porque é o doente que define o processo de doença e não a doença que define o doente. Dirige-se às significações do doente e dos seus familiares sobre os sintomas e o processo de doença e engloba os problemas cognitivos, emocionais e comportamentais do doente e ainda todos os problemas psicológicos e de confronto com a vivência do processo de doença. Quais são então na prática as áreas de intervenção do Psicólogo da Saúde e da Doença? São muito diversificadas.
Psicologia da SaúdeNo confronto com procedimentos de diagnóstico e tratamento, poderá actuar na redução da ansiedade e no desenvolvimento de estratégias de coping. Pode apoiar e ajudar o doente a lidar com os sintomas da doença, como é o caso da dor, da redução ou perda da funcionalidade e com a perturbação emocional. Pode ainda apoiar o doente na aceitação do diagnóstico, na tomada de decisão em relação a possíveis formas de tratamento, na adesão à terapêutica e no eventual confronto com efeitos secundários, decorrentes do tratamento. O Psicólogo pode ter também um papel de grande importância na preparação do doente para a hospitalização, na adaptação à vivência hospitalar ou até mesmo na preparação para a alta médica. Em casos de doença terminal o Psicólogo pode ainda actuar no acompanhamento do doente em cuidados paliativos e no apoio ao luto.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s