A psicologia e o turismo

A Psicologia do Turismo surge como uma área inovadora da psicologia, que se centra no estudo do comportamento humano em contexto de turismo, especificamente do turista, do residente e do profissional da área da hotelaria e turismo.

 A Psicologia como a ciência que estuda o comportamento, os sentimentos e as emoções do ser humano, emerge como uma forte aliada aos estudos no âmbito do turismo. Ainda que á partida possam ser encaradas como duas áreas científicas incongruentes, na realidade, não o são. O turismo é um meio potenciador de movimento humano. Assim sendo, o seu foco são as pessoas, o mesmo foco que a psicologia tem na sua essência. Deste modo, psicologia e turismo cruzam-se no indivíduo enquanto turista, residente ou profissional da área do turismo. A psicologia permite o desenvolvimento de estratégias que podem ajudar a suportar e impulsionar a inovação neste campo.

No âmbito do turismo, pode-se destacar o importante contributo da psicologia positiva, ciência que visa a promoção do bem-estar e que tem tudo a ver com a experiencia do turista, uma vez este busca essencialmente experiências enriquecedoras e promotoras de bem-estar físico e psicológico. Assim, a riqueza de ideias e estratégias da psicologia positiva pode potenciar a inovação e diferenciação dos destinos turísticos. Da aplicação prática da psicologia positiva ao turismo, podem-se destacar três áreas com potencial de crescimento: a participação de psicólogos na construção de atividades para os turistas, no desenvolvimento de estratégias de promoção de experiências significativas ou ainda no desenvolvimento de intervenções de bem-estar junto dos turistas, trabalhadores e residentes.

O turismo pode ser um campo de atuação da psicologia, numa perspetiva diferenciadora, criativa e inovadora, com inúmeros benefícios para a sociedade, bem como para a evolução da ciência psicológica, nomeadamente através do desenvolvimento de investigação sobre temáticas de interesse no turismo, na construção de materiais cientificamente validados para a avaliação das variáveis psicológicas em contextos turísticos e a investigação empírica de variáveis psicológicas junto dos turistas. Pelos estudos já realizados, é clara a pertinência da aliança entre a psicologia e o turismo. Abrem-se as portas para a investigação científica psicológica neste contexto, mas simultaneamente abrem-se portas para a prática psicológica em contexto de turismo, nos seus diferentes domínios.

Fonte:

Garcês, S., Pocinho, M., & Jesus, S. (2020). The best tourism island destination in the world and meaningful experiences: A systematic literature review. Revista Portuguesa de Estudos Regionais, 53, 23-34.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s