Escola, brincar e aprender

A escola é parte integrante da vida da criança, e é em contexto escolar que ela passa muitas das horas do seu dia, em interações múltiplas, repletas de oportunidades de aprendizagem, socialização e crescimento.

A escolaridade obrigatória é um direito e um dever para todos os cidadãos com idades entre os 6 e os 18 anos. O Estado Português defende que os 12 anos de escolaridade são relevantes para o progresso social, económico e cultural da população e do país. Dentro da sala de aula, a criança aprende de forma estruturada as atividades e os conteúdos programáticos correspondentes ao ano que frequenta, no entanto, fora da sala de aula (e não menos importante), a criança experimenta diversas atividades e tem a possibilidade aprender através do brincar. Esta aprendizagem informal é de extrema importância a vários níveis, nomeadamente ao nível da socialização e desenvolvimento de competências relacionais.

Brincar é um princípio fundamental consagrado na convenção dos Direitos da Criança (Unicef, 2004). A brincadeira permite à criança descobrir-se, compreender o seu meio envolvente e lidar com a afetividade mas também com a frustração, cooperação e competição. Brincar potencia o desenvolvimento da coordenação psicomotora, da criatividade e promove o desenvolvimento do autoconhecimento, dando à criança a possibilidade de ser autónoma e responsável pelas suas decisões, ao mesmo tempo que aprende a relacionar-se com os outros. Em contexto familiar, o papel do cuidador nas brincadeiras (ex. pais, avós) deverá ser o de interagir, respeitar o tempo e as regras, demonstrar respeito e sensibilidade, agir de forma positiva e articular as diversas áreas de conteúdo, orientando, mediando, propondo desafios, estimulando a curiosidade, a criatividade e o raciocínio lógico da criança.

Também a prática habitual de desporto entre as crianças, supõe toda uma série de benefícios para a saúde física e mental e para a aprendizagem social. O exercício físico permite-lhes manterem-se em forma, lutar contra a obesidade, libertar o stresse, melhorar a qualidade do sono e aumentar o seu bem-estar, com repercussões muito positivas no rendimento escolar. As atividades extraescolares desportivas também ensinam bons hábitos e valores. As crianças aprendem a comprometer-se, a trabalhar em equipa (na maior parte dos desportos), a superar-se e a aceitar as derrotas. Fomenta-se a amizade, o companheirismo e o respeito pelas regras e pelos outros. É importante na altura de escolher a atividade extraescolar, que a criança participe no momento da escolha e tomada da decisão. Obrigá-la a fazer um desporto que não gosta é contraproducente porque se frustrará e não desfrutará.

Nos dias de hoje, atendendo as mudanças sociais e tecnológicas, o mundo digital tem uma influência avassaladora nas nossas crianças. O corpo passou a ter funções não expectáveis, como por exemplo o sedentarismo excessivo e o foco nas “pontas dos dedos”. A falta de atividade e de movimento na primeira infância tem consequências graves no desenvolvimento da criança, na medida em que impede a exploração, o risco e a descoberta, mantendo a criança “desligada” do mundo natural, o que diminui as suas competências essencialmente motoras mas não só. O decréscimo do comportamento lúdico da brincadeira livre, e um aumento muito significativo de atividades sedentárias, potenciam nas crianças o surgimento de patologias como a ansiedade, depressão, excesso de peso, diabetes, doenças respiratórias, entre outras.

A criança livremente exposta ao contexto natural que a rodeia, no início brinca com o seu próprio corpo, depois com os objetos que tem ao seu alcance e mais tarde com os elementos naturais que descobre pela exploração do “mundo”. Isto é fundamental para o seu desenvolvimento mental, para a estruturação da linguagem e para as aquisições motoras e percetivas, fundamentais para o seu equilíbrio e para a sua capacidade de adaptação, tanto do ponto de vista escolar, como do ponto de vista relacional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s