A família e o desenvolvimento da criança

Família e criançasO desenvolvimento saudável da criança pressupõe a satisfação das suas diversas necessidades básicas. Desta forma a criança terá uma favorável adaptação aos vários contextos em que se movimenta. A família assume assim um papel fundamental enquanto contexto de interações privilegiadas por proximidade física e afetiva.

Na infância, a criança ainda não adquiriu todas as competências e capacidades necessárias à satisfação das suas necessidades básicas, à sua autonomia e ao equilíbrio do seu desenvolvimento. Deste modo, é na família, principalmente nos pais, que a criança encontra o seu suporte. Em parte, são as competências parentais que vão determinar o curso do desenvolvimento da criança e da sua adaptação ao mundo. A saúde, a educação, o autocuidado, o desenvolvimento afetivo, a identidade, os relacionamentos familiares e sociais, são as dimensões definidas como fundamentais para o desenvolvimento favorável da criança.

Desenvolvimento infantil Perante este conjunto de dimensões/necessidades do desenvolvimento, é importante salientar aquelas que mais diretamente se relacionam com a perceção de família e com a importância desta na construção da identidade da criança. Os relacionamentos familiares e sociais, são à partida as dimensões mais relevantes para esta construção e perceção, uma vez que dependem fortemente das dinâmicas e da estimulação familiar e social, assim como da influencia do contexto em que as mesmas ocorrem. Deste modo, a construção da identidade da criança dá-se de forma progressiva, a partir da integração de experiências relacionais que configuram as suas representações em relação a si mesma e ao mundo.

Família e amor Dos vários fatores que concorrem para a construção da identidade, o sentimento de pertença e de aceitação em relação à família, aos pares e à sociedade em geral, assumem uma importância fundamental. No entanto, as relações familiares são o “espaço e o tempo” privilegiados para a vivência dos afetos, expressão emocional e para a prestação dos cuidados de alimentação, higiene e saúde, por exemplo. Pais, irmãos e avós, são exemplos de participantes na vida da criança, promotores de experiências que se querem ricas, saudáveis e equilibradas A aprendizagem da linguagem, da comunicação e da interação, fundamentais nos diversos relacionamentos interpessoais, são feitas essencialmente em contexto de família. Boas relações familiares são indispensáveis, por exemplo, ao desenvolvimento da empatia.

A criança na famíliaPodemos observar a família como um todo, embora esta seja constituída por indivíduos com características por vezes muito distintas. A família é organizada por hierarquias, tem as suas próprias regras e limites e tem objetivos para cumprir, desejavelmente comuns aos vários elementos. Assim, neste conjunto de indivíduos que constituem uma família, cada elemento tem o seu papel específico mas concorrem todos para objetivos comuns, sendo um deles acolher, apoiar e integrar cada elemento que a ela se junta, nomeadamente cada criança que nasce no seu seio.

Desenvolvimento da criançaCompreender o funcionamento da família implica conhecer cada indivíduo nas suas particularidades e perceber de que forma este se integra na mesma e que papéis assume. As mensagens veiculadas por cada elemento da família, quer por comportamentos, quer por atitudes e verbalizações, influenciam inequivocamente os outros elementos, havendo assim uma bilateralidade nas relações familiares. Os acontecimentos marcantes abalam cada membro da família de forma diferente, na medida em que cada um apresenta diferentes características de personalidade, tendo um impacto mais ou menos importante nas suas vidas mas afetando sempre a família no seu todo. As práticas parentais e o seu desempenho estão fortemente associadas à organização e às dinâmicas familiares. Famílias multiproblemáticas, tanto em número como em intensidade das suas dificuldades, poderão comprometer a qualidade da parentalidade e levar a carências na satisfação das necessidade das crianças, influenciando o seu desenvolvimento, equilíbrio e a sua adaptação à vida e ao mundo.

Família e desenvolvimento infantilTorna-se assim óbvio que perante uma perturbação do funcionamento da criança, que leve à procura de ajuda psicológica, a família deverá sempre estar envolvida. As pessoas mais significativas e próximas da criança, em geral os pais, são fundamentais como informadores numa fase de avaliação mas também como parceiros numa fase de intervenção, com o empenho e dedicação e que faz de cada um deles um “tijolo de amor” que constrói uma família feliz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s